Zé Ninguém – Versão Camisa Preta

Zé ninguém é uma letra que desafia a pensar

Filho da geração coca-cola ou um Zé Ninguém? Tenho eu que reconhecer que certas bandas fazem com que alguns cérebros passem a  funcionar. E esta letra é daquelas. Os anos tem passado e pouco tem mudado. Não sei exatamente onde é que estamos fazendo errado, mas temos que começar a achar sentido a todo este tempo desperdiçado.

Ou vivemos uma nova realidade ou vamos continuar sendo amordaçados. Gravar esta música foi um dos passos para voltar a vê-la sendo ouvida e é claro, homenagear aqueles que me acordaram e para que mais gente se ilumine e entre nesta corrente.

Se quiser ouvir mais músicas, visite meu perfil no SoundCloud. Veja mais postagens clicando aqui

Letra Zé Ninguém

Quem foi que disse que amar é sofrer? Quem foi?
Quem foi que disse que Deus é brasileiro
Que existe ordem e progresso
Enquanto a zona continua no congresso?

Quem foi que disse que a justiça tarda mas não falha?
Que se eu não for um bom menino, Deus vai castigar
Os dias passam lentos aos meses seguem os aumentos
Cada dia eu levo um tiro
(Que sai pela culatra
Eu não sou ministro, eu não sou magnata)

Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Quem foi que disse que os homens nascem iguais?
Quem foi que disse que deputado não ganha mensalão
Se tudo aqui acaba em samba?
No país da corda bamba, querem me derrubar!

Quem foi que disse que os homens não podem chorar?
Quem foi que disse que a vida começa aos quarenta?
A minha acabou faz tempo, agora entendo porque
Cada dia eu levo um tiro
Que sai pela culatra
(Eu não sou ministro, eu não sou magnata)

Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Os dias passam lentos
Os dias passam lentos
Cada dia eu levo um tiro
Cada dia eu levo um
Eu não sou ministro, eu não sou magnata

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Eu sou do povo, eu sou um Zé ninguém
Aqui embaixo, as leis são diferentes

Que leis?

Written by Bruno Gouveia, Miguel Cunha • Copyright © Universal Music Publishing Group