A vida imita o vídeo game?

Pode a vida imitar o vídeo game como imita a arte?

Podemos achar que não, mas Mario Bros, Sonic, AlexKids e outros da década de 90 serviram para nos ensinar a viver. Muitos podem achar que prejudica, mas quem fica bom no video game deve viver melhor.

Enfrentar desafios, cada vez mais complexos, dia após dia, ou fase após fase, pode treinar nossa mente para ir subindo de níveis de desafios.

Veja no vídeo o raciocínio no vlog LVNUNES no youtube

Veja mais vídeos clicando aqui

Jogar vídeo Game pode nos preparar para a vida real?

RIP Chorão – Reflexões sobre a morte de Alexandre Magno Abrão #01

Motovlog sobre o o dia em que o Chorão morreu.

Saí pela manhã daquele  de casa com a notícia  da morte do cantor da banda Charlie Brown Jr, Chorão. Filho, pai, marido, cantor, ídolo. O cara que revolucionou o rock unindo rimas raras a riffs pesados e melodiosos.

O rock perde mais um ídolo para o Matrix. Um dos caras que mais senti a morte nos últimos anos. Um gênio que foi destruído, na minha opinião, pela depressão, causada me parte pela falta do pai, em parte pela separação da esposa e muito por causa da cocaína.

Ter se apoiado em algo que ele mesmo falava que estava livre. Foi a sua bengala que acabou lhe matando. Se apoiou em algo que somente te derruba.

Que mais pessoas consigam sair da depressão e que nào usem drogas para mascarar suas fragilidades. A cocaína ou outras drogas controladas fazem com que as pessoas mascarem os sintomas de algo.

Você toma uma aspirina para uma dor de cabeça, mas não tenta localizar o local da dor, a razão, se é intestinal, se é vista, algo que você comeu. Você simplesmente mascara a dor e segue em frente. Com as drogas é a mesma coisa.

Umas te socializam, outras te isolam. Mas todas, tenha certeza, você não consome drogas, as drogas é que nos consomem.

RIP Chorão. A música caiçara brasileira nunca mais será tão boa.

No vídeo falo um pouco sobre o que achamos que é a felicidade.

Sobre a superação dos problemas e de tudo que existem de desafios nesta vida. Temos que ter fé, superar as coisas que nos deprimem e voltar a sentir ao invés de vestir.

Fazer o bem, independente de quem. Menos foda-se e mais ame-se.